Seguidores

sábado, 18 de junho de 2011

Conversa com engenheiros

img: blog.jangadeiroonline.com.br


Ontem a tarde, pegamos as crianças e fomos atrás dos engenheiros para ver o que a gente poderia fazer.
Primeiro visitamos um que tínhamos anotado seu telefone de uma obra na rua, cuja fundação tinha nos agradado muito. O chamaremos de Eng1.
Eng1: Ele olhou o nosso não terminado projeto e disse que havia problemas nele, mas que ele poderia fazer outro projeto, caso a gente contratasse a equipe dele para a mão de obra só nos cobraria R$ 15,00/m². O preço padrão do projeto dele varia de 27 a 35 reais por m². Ele não tinha o capital inicial para a primeira fase e nos disse que, já prestou serviço para a CEF e que sabe como apresentar um cronograma para que a CEF libere todo o saldo que solicitarmos. (tsc). Disse que pensando no que a gente quer e no que a gente pode gastar, ele não aconselharia nada maior que 75m². Explicou toda a teoria de analise do cliente para fazer um projeto que "fluisse" e tal... Disse que de 15 em 15 dias deveríamos estar pagando a mão de obra do pessoal dele (acho que, inclusive ele). Mas ele não deixou claro o quanto ele cobraria (serv administrativo) Disse que o preço dele já estava incluído tudo isso. Deu um valor de m² de aproximadamente R$ 1200,00. Ao dizer onde era o terreno, ele informou que fez uma casa lá perto... Advinhem de quem? Do meu vizinho agrônomo que já tinha dito que não o recomendaria, por que em certa altura, ele abandonou a obra dele para fazer outras (o que nao poderia acontecer conosco, visto o cronograma da CEF) retomando depois de uns dias.

Ao sairmos do escritório dele, ligamos para outro engenheiro que veio nos encontrar.(Eng2)
Eng2: Trabalham juntos Pai (mestre de obras) e Filho(engenheiro). Engenheiro recomendado pelo nosso vizinho agrônomo, pois ele fez a casa da sua sogra e ela gostou muito. Segundo ele, o projeto já deve estar pronto. E eles trabalham somente na execução. Ao ser questionado sobre o valor médio gasto no m², ele disse que com acabamento de primeira (isso inclui porcelanato, blindex e azulejos até o teto) sai em média R$ 1.400,00. Durante a conversa, percebemos que ele tem como clientes o que chamaríamos de clientes "tipo A" rsrs E Não quis arriscar um preço do m² de acabamento tipo "B" rs.

Quando estávamos quase voltando pra casa resolvemos dar um último "tiro" do dia. E fomos a um escritório de outro engenheiro. (Eng3)

Eng3: Em pouco tempo descobrimos que: O engenheiro já foi indicado por outro colega construtor que disse que quando ele não consegue pegar uma obra, ele passa para este engenheiro. Ele tem uma empresa nova, mas bem conceituada. Algumas casas próximas ao nosso terreno estão sendo projetadas e construídas por ele.
Chegou a nos mostrar uma planilha dos dados de outra cliente, cuja metragem da casa era de 90m² e o valor total a ser pago era de pouco mais de 89mil. Vimos que o acabamento da casa tinha janela de blindex e cerâmica. Eles tem um software que calcula direitinho quanto se vai gastar na construção, tudo separadinho: Mão de obra, material, imposto etc. Ele repetiu muito que assim, o cliente pode saber exatamente onde está indo o dinheiro dele e só assim se tem um orçamento correto, pois o m² de uma garagem não custa o mesmo que de uma cozinha, etc. Assim, ele não estipula preços de materiais. Por ex: Ele costuma usar uma cerâmica de 25 reais, mas se a gente quiser usar uma de 20 reais, poderemos aplicar essa diferença em outra área da casa, visivelmente com a utilização do software. Ele também encontrou alguns problemas no projeto e disse que faríamos outro projeto com ele. Valor: R$ 30,00/m², sendo 30% iniciais e 70% quando ficar pronto. Ele citou algo sobre descontar o valor do projeto no final da primeira fase de construção, mas isso não ficou muito claro. O preço da casa da cliente que ele me mostrou saiu por R$1000,00/m² .Perguntei quanto eu deveria pedir a CEF para que eu pudesse ter  uma segurança de poder construir uma casa de 80m² e ele respondeu que seria bom pedirmos 90mil para dar uma margem. (o que dá uma média de 1120/m²).

Ainda temos outro endereço de engenheiro, mas o tempo não nos permitiu visitá-lo ontem.

Estou postando para que vocês possam dar suas opniões, ajudando-nos a nos decidirmos pelo melhor.

Por hora temos:
Opção 1: Retornar a primeira construtora e pagar R$ 1120,00/m² em uma casa com janelas de ferro com vidro, laje, cerâmica e com um acabamento só de pintura por fora. Porém o projeto nos custaria cerca de 600 reais.
Opção 2: Contratar o Eng1, pagando em média R$ 1200,00/m², tendo que desembolsar ainda a mão de obra de 15 em 15 dias. Sabendo da não-recomendação de nosso vizinho.
Opção 3: Conversar mais com o Eng2 para ver se o valor de 1.400,00/m² abaixa muito se trocarmos o porcelanato por cerâmica, visto que este nos foi recomendado pelo nosso futuro vizinho. Mas sabendo que o projeto seria por fora.
Opção4: Voltar ao escritório do Eng3 para fazer as contas direitinho de quanto iremos gastar inicialmente com projetos e taxas e encarar a obra, de acordo com o que podemos fazer, sem estar preso a valores de materiais pré-contratados, mas ter que pagar R$ 30,00/m² no projeto (R$ 2400).
Opção5: Visitar mais um engenheiro para ver o valor e as condições dele.

Agora é com vocês!! Preciso de seus conselhos e comentários!!

7 comentários:

  1. Vou pelas opções 5 e 4, pela ordem.
    Um conselho: se houver um preço muito barato, também desconfie: terá de desembolsar recursos extras, "não previstos"...
    Não deixe de fazer sua casa por causa de porcelanato...

    ResponderExcluir
  2. Também penso igual ao Charles. Eu ainda procuraria outros para conversar, mas não encontrando nada melhor optaria pela opção 4.

    O custo do projeto, você pode incluir na planilha na CEF... então no primeiro reembolso você já teria esse dinheiro "de volta".

    Boa sorte!!

    ResponderExcluir
  3. Ola..mesmo sem ter experiencia nenhuma visto q estou começando a sonhar com os projetos rs eu optaria pela opção 4..
    Venho te visitar sempre pra juntos trocarmos informações e experiencias..
    Bjosss...te sigo

    ResponderExcluir
  4. Olha o que eu achei: http://www1.caixa.gov.br/Download/asp/ent_hist.asp?download=27063 Acho que é o cronograma da caixa para ser preenchido. Bjs

    ResponderExcluir
  5. OI LI, ENTÃO SE EU FOSSE VC VERIFICARIA COM OUTRO ENGENHEIRO.

    NÃO TENDO EXITO COM ELE, IRIA PARA A OPÇÃO 3.

    O CARA DEVE SER BOM, TE PASSOU O ORÇAMENTO COM MATERIAIS TOP., ISSO SIGNIFICA QUE SE VC ENTRA EM UM CONSENSO COM ELE, ELE ABAIXA O VALOR SIM.

    VAI DAR TD CERTO, QUANDO TIVER MAIS NOTICIAS POSTA AI!!

    BEIJOKA....

    ResponderExcluir
  6. Olá Liliane, olha na minha opinião as opções 1 e 2 estão descartadas, eu acho que construtora ganha muita dinheiro nas nossas costas e o engenheiro 1 não teve recomendação. Então eu ficaria assim.

    1) opção 5
    2) opção 3 ( caso vc consiga negociar e ter abatimento no preço, já que como vc disse ele teve indicação e o mesmo só usa material de 1ª)
    3) opção 4.

    Boa sorte

    ResponderExcluir
  7. Olá Liliane,

    Olha, assim como os colegas eu iria dar mais umas voltinhas e também calcularia com o engenheiro 3...
    Como eu e namorido pegamos o engenheiro só para o projeto e uma equipe de construtores para a obra, não sei bem como funciona isso de o engenheiro ter equipe, mas uma amiga pegou a equipe de um engenheiro 'conceituado' e não gostou mto não, pois ela sendo advogada e principalmente detalhista, conferia 'tim tim por tim tim' o que tinha na planilha do engenheiro, e um dia se deparou com uma porta de 3 mil reais! Ela pirou, porque nem sonhando a porta dela custava tudo isso...
    Enfim, é preciso cuidado até mesmo com os conceituados...sendo que não é vc quem compra o material.

    Beijos e boa sorte!

    ResponderExcluir

Siga pelo seu Email